9 métricas de desempenho essenciais para clínica médica • Blog | Ancode Tecnologia

9 métricas de desempenho essenciais para clínica médica

Compartilhe nas Redes Sociais
Leia em: 3 minutos
healthcare-trends 9 métricas de desempenho essenciais para  clínica médica

Um dos principais desafios dos gestores de clínicas médicas no país, é manter o índice de satisfação dos pacientes elevado, enquanto mantém o faturamento em dia e o crescimento do negócio sustentável.

Durante o processo de tomada de decisão, a melhor forma de atingir estes resultados e atestar o quão essencial é aquele investimento para a organização, é fazer uso das métricas de desempenho. Pois, de nada adianta, apenas promover ações no intuito de melhorar a performance, se você não medir seus resultados

Como fazer uso das métricas de desempenho

É possível medir todos os processos da clínica, mas como a rotina nestes ambientes já é bastante atarefada, chega a ser inviável e desnecessário medir tudo. A recomendação é que você estipule objetivos, e baseando-se neles, metrifique os processos que fazem mais sentido na obtenção dos resultados.

Estabelecendo métricas para a clínica médica

Após identificar seus objetivos, já será possível determinar quais métricas acompanhar, de acordo com as necessidades da clínica médica.

A seguir, elencamos algumas das principais, confira abaixo:

Tempo na sala de espera: o ideal é que o paciente não fique muito tempo na sala de espera, esta é uma métrica que sinaliza se que os cálculos para o agendamento  e o tempo previsto de consultas estão alinhados. Avaliar se há boa rotatividade ou muita demora é uma forma simples e clara de se avaliar o desempenho do atendimento local.

Duração de consultas e procedimentos: calcular corretamente o tempo de cada procedimento, e a duração das consultas é necessário para os agendamentos. Marcar um horário com um paciente e deixá-lo esperando poderá prejudicar os índices de satisfação do mesmo, com a clínica médica.

Total de consultas realizadas: além de mostrar se o número de consultas realizadas é satisfatório, também ajuda a detectar variações ocasionadas,  por exemplo, pela época do ano e o aumento ou diminuição da incidência de determinada enfermidade. Ou seja, um dado que pode ser usado para a realização de projeções no planejamento administrativo e financeiro.

Número de pacientes novos: é importante para calcular o crescimento da clínica, avaliar se o mesmo é sustentável e fomentar medidas para alcançar os índices projetados.

Taxa de absenteísmo: a ocorrência de faltas e cancelamentos de consultas, podem indicar falhas em procedimentos da clínica médica. Para evitá-la, é importante realizar ações preventivas como lembretes de agendamento e confirmação de comparecimento, além de pesquisas para medir o nível de satisfação dos pacientes.

Retorno das consultas: se muitos pacientes deixam de retornar às consultas, pode ser um indicativo que estão mais focados no tratamento de suas enfermidades , e não em medidas de promoção da saúde . A métrica também serve para indicar que esses pacientes podem estar descontentes com o atendimento prestado em sua clínica médica. Portanto, ações de pós-consulta podem ser eficientes para sanar problemas deste tipo.

Custo médio por paciente: esta é uma medida muito importante, pois tem relação ao equilíbrio financeiro e viabilidade da manutenção ou expansão das atividades da clínica. 

Faturamento:  acompanhar o faturamento é fundamental para a saúde financeira da clínica médica. É preciso manter atualizados em tempo real, informações sobre: pagamentos, atrasos, glosas médicas e outros. Dados fundamentais para a realização de projeções e para otimização da gestão do orçamento.

healthcare-trends 9 métricas de desempenho essenciais para  clínica médica

Pesquisa de satisfação dos pacientes: por último, e não menos importante, a pesquisa de satisfação permite saber se todo o trabalho desempenhado pela clínica médica está surtindo resultado.

Através do feedback dos seus pacientes, e das demais métricas de desempenho, você conseguirá saber onde deverá fazer as devidas mudanças, a fim de obter os resultados almejados.

Como um software de gestão pode ser útil no processo

Fazer a coleta e analisar todas essas métricas não é tarefa fácil, sobretudo considerando que é preciso evitar falhas que possam comprometer todo o processo.

O uso de um sistema de gestão torna mais fácil o levantamento dos dados apresentados neste post. Ao substituir processos manuais, a ferramenta faz com que o processo seja mais rápido e livre de erros, garantindo melhores resultados.

Há alguma outra métrica que você considera essencial para analisar a performance da clínica médica? Deixe sua opinião nos comentários!