Clínica médica: dicas de cuidados para planejar sua estratégia de e-mail marketing • Blog | Ancode Tecnologia

Clínica médica: dicas de cuidados para planejar sua estratégia de e-mail marketing

Compartilhe nas Redes Sociais
Leia em: 3 minutos
email-marketing-copywriting-tecnicas-de-email-marketing-como-fazer-email-marketing-dicas-email-marketing-gustavo-ferreira-melhor-copywriter-do-brasil-1-1024x820 Clínica médica: dicas de cuidados para planejar sua estratégia de e-mail marketing

O relacionamento por e-mail marketing pode trazer ainda mais resultados, conscientização e autoridade para a sua clínica médica. Mas, para que você obtenha os resultados esperados, é importante seguir algumas orientações para que seu e-mail seja realmente lido pelo seu paciente.

Além dos tipos de e-mail que já listamos aqui, também é possível manter o relacionamento com o paciente, enviando as últimas atualizações da sua clínica médica, ou se a clínica tiver um blog, enviar as últimas postagens para que o paciente possa conferir.

Siga essas principais práticas e alcance a excelência nesse tipo de canal de comunicação:

Saiba se relacionar

Quando você avalia os resultados de uma campanha de e-mail marketing, a taxa de abertura é uma das métricas mais relevantes. Siga as dicas abaixo e obtenha melhores resultados em sua campanha.

Assunto atrativo

Crie um assunto atrativo que aumente as chances de seus pacientes abrirem o conteúdo. Um bom assunto é responsável por aumentar as chances de seu email ser lido em 70%.

Personalize o e-mail marketing

Coloque o nome do paciente no assunto e corpo do e-mail, isso faz muita diferença para quem está lendo. Uma comunicação mais pessoal aproxima o paciente, dando a impressão de que aquele e-mail foi direcionado exclusivamente a ele.

Conteúdo de qualidade

Seja coeso e breve na comunicação, invista em um conteúdo de interesse do seu paciente, com linguagem de fácil compreensão, evitando os termos técnicos, comuns na área da saúde.

Escolha o melhor horário para envio

Selecionar o horário para enviar o e-mail marketing é quase uma arte, pois precisa, em primeiro lugar, conhecer seu público, saber seus hábitos, dentre eles, o horário que gostam de abrir a caixa de e-mail. Além disso, enviar cedo demais, corre-se o risco de a caixa de entrada lotar, destinando seu e-mail para os últimos da fila. Mas, não se preocupe, isso pode ser resolvido com testes de disparo, a fim de descobrir o melhor dia e horário para envio.

Não compre lista de contatos

Quando o paciente lhe fornece o e-mail, ele está lhe dando permissão para entrar em contato, através deste canal. Comprar lista de e-mail não é indicado, pois não existe nada pior no mundo cibernético, que uma caixa de entrada lotada de e-mails de quem você não solicitou. Entretanto, construir uma lista de contatos interessados no seu serviço é um processo muitas vezes demorado, porém, é a melhor forma de conquistar e se relacionar com os pacientes. Investir em serviços, atendimento, e conteúdo de qualidade, é a certeza de crescimento do seu negócio.

E não pare por aí:

Dê boas vindas

E-mails de boas-vindas são super importantes para você começar o relacionamento, principalmente, com aqueles que ainda não são pacientes, de fato. 

Se sua clínica tem um formulário no site ou blog, onde o paciente pediu para se inscrever e saber das novidades, ele tem interesse em conhecer melhor seus serviços e conteúdos. É nessa mensagem que você vai se apresentar e contar sobre o que e como você vai se comunicar com o paciente futuramente para alinhar bem as expectativas.

Estabeleça intervalo de envio para o e-mail marketing

Crie um ritmo para os disparos de e-mail, de forma que, não demore muitos dias entre um e-mail e outro, e não sejam enviados e-mails seguidos, lotando a caixa de entrada do paciente. Estabeleça um intervalo!

Coloque botões para tirar dúvidas

Um e-mail marketing, mais do que um canal de comunicação, é uma oportunidade de conectar a sua clínica médica ao paciente. Insira botões para tirar dúvidas, links de suas redes sociais, e demais formas de contato para facilitar ao paciente, caso precise.

Ferramentas de automação de e-mail marketing

Já falamos sobre as principais ferramentas de automação aqui. Acesse o post e confira os detalhes sobre cada ferramenta:

Além disso, é essencial conhecer algumas métricas utilizadas para e-mail marketing, conheça as mais utilizadas:

  • taxa de abertura: resultado da divisão entre o número de pessoas que receberam o e-mail pelo número daquelas que de fato abriram, o que significa que o título usado chamou a atenção;
  • taxa de rejeição: informa a quantidade de e-mails que simplesmente foi descartada, indicando que o assunto abordado possivelmente não foi atrativo para o público;
  • taxa de assinaturas canceladas: significa que as pessoas autorizaram o recebimento dos seus e-mails, mas não querem mais recebê-los, indicando que a qualidade do conteúdo oferecido está deixando a desejar ou o envio está muito frequente.

Avaliar essas questões não é o único benefício. A produção de campanhas de e-mail marketing tem um custo relativamente baixo, além disso, o mercado oferece plataformas que auxiliam o disparo desses e-mails sem maiores dificuldades, consequentemente, podendo o próprio médico fazer aplicação da estratégia.

Uma indicação de boa prática da estratégia de e-mail marketing, por exemplo, é segmentar as mensagens de acordo com o perfil e interesses do paciente, além disso, integrar essa comunicação com as redes sociais, trazendo mais visibilidade para o consultório.

Este conteúdo foi útil para você? Então compartilhe nas Redes Sociais!